X

Logística reversa: O que é e como começar a aplicar na empresa?

Arthur Moraes 19 de Julho de 2021

Logística reversa: O que é e como começar a aplicar na empresa?


Muitas organizações estão adaptando seus fluxos para reaproveitar recursos, economizar e, ainda, impactar positivamente o meio ambiente; Entenda como isso funciona

A busca por uma economia sustentável deixou de ser uma tendência e passou a ser uma necessidade. Muito se vê em setores industriais uma grande preocupação em manter os mesmos níveis de produção, mas de uma forma em que recursos sejam reaproveitados com novas soluções de uso consciente dos materiais, gerando economia como resultado. Mas será que esse conceito pode ser usado em qualquer área ou não passa de uma utopia? Entenda como aplicar a logística reversa na sua empresa e comece hoje essa mudança.


 



Somar a responsabilidade ambiental com um cenário sustentável para as empresas requer uma mudança estrutural na cultura da organização, indo muito além de uma simples mudança de operação. É neste cenário que surge o conceito de logística reversa, uma área da logística que prioriza o retorno de materiais que já foram utilizados para o processo produtivo. O principal objetivo é reaproveitar - ou então descartar - corretamente os materiais, além, é claro, da busca por impactos positivos ao meio ambiente.

 

Já quando o assunto é econômico, esse tipo de prática é levado em conta por muitos consumidores e, também, por outras empresas na hora de escolher e contratar um serviço. Na prática, a logística reversa pode recolher mercadorias que passaram por problemas, como defeitos, erros no envio, desistência da compra, e dar novos sentidos às matérias-primas, além de criar novos produtos a partir do excedente de materiais. Ela ainda contribui para direcionar um produto inutilizado a um destino mais correto, como a reciclagem, por exemplo.

 

Com a logística reversa, a empresa pode reduzir custos com armazenagem e transporte, além de ter um papel importante na hora da economia dos recursos, já que estamos falando de substituir, reutilizar, reciclar, reparar e refabricar produtos, com o setor financeiro e o meio ambiente agradecendo por essas novas práticas. Esses impactos também são sentidos pelos clientes, que podem contar com sistemas de troca e devolução muito mais eficientes.

 

Para implantar a logística reversa, um planejamento bem estruturado e infraestrutura de excelente qualidade são os passos iniciais para garantir a estrutura necessária e cumprir os 3 pilares fundamentais: recolher, guardar e tratar os materiais. Além disso, será necessário criar uma rede de distribuição específica para a logística reversa e que seja integrada ao restante das operações logísticas da empresa.

 

E sabe o que vai garantir o andamento seguro de toda essa engrenagem? Sim, o rastreamento aliado a um monitoramento organizado dos processos. Aqui também entram na lista de “itens fundamentais” um inventário constantemente atualizado e um sistema de armazenagem e de distribuição especiais para a logística reversa. Se a logística reversa de uma empresa envolverá o uso de embalagens retornáveis, por exemplo, você precisará ter à disposição um sistema de armazenagem adequado para esse tipo de material. Também será necessário montar a sua estrutura de transporte para a devolução dos clientes - pontos de coleta em locais estratégicos? Utilizar veículos próprios? Ou serviço de transportadoras? Invista um tempo organizando esses fluxos.

 

Contar com um sistema de logística reversa significa dar um novo sentido aos materiais que são usados atualmente e que geralmente têm uma vida útil muito curta, seguindo diretamente para o descarte, fase que sequer ganha a devida atenção nos sistemas tradicionais. Esse retorno dos resíduos se transforma em economia de dinheiro, em reputação de maior impacto social diante dos clientes e em benefício cíclico ao meio ambiente.


Agora que você já conhece um pouco mais sobre Logística Reversa, que tal simplificar também a sua gestão de frotas? Conheça o Delta Fleet!


Categorias:


Autor:
Arthur Moraes 19 de Julho de 2021

Next Post

Próximo Post

Descubra as diferenças entre frete CIF e frete FOB

19 de Julho de 2021

Posts relacionados

-->